Notícias

Exagerou no sol e está ardendo? Saiba o que fazer

20/09/2020

Os avisos e alertas foram muitos. Porém, ao que tudo indica, insuficientes e a exposição ao Sol foi exagerada. Os resultados? Aquele bronzeado “camarão”, ardência, incômodo e, em alguns casos, até mesmo queimaduras com bolhas. Para você que faz parte desse grupo (ou conhece alguém nesta situação), a dermatologista Gisele Barbosa montou um dossiê para recuperar a pele o mais rápido possível. E com o mínimo de consequências negativas.

01 - Hora do Banho

·        Como a pele está quente e vermelha, nesse caso sempre é melhor evitar água quente. Se conseguir tomar banho apenas com água fria, seria ótimo.

·        Evitar usar bucha/esponja ou qualquer esfoliante na região da pele afetada.

·        O sabonete tem que ser bem hidratante e suave, caso contrário pode deixar a pele ainda mais vermelha e ressecada. Aproveite e aplique também um óleo hidratante de banho.

 

02 - Dê fim ao inchaço e à ardência

·        Aplique algodão embebido ou compressas com água gelada e deixe agir por vários minutos. De tempos em tempos molhe novamente na água gelada para sempre manter a compressa fria.

·        Geralmente orienta-se evitar colocar gelo diretamente na pele, pois isto pode piorar a queimadura.

·        Seja gentil até para enxugar a pele com uma toalha macia.

·        Outra opção é compressa gelada com chá de camomila, várias vezes ao dia.

·         Aplicar loções pós-sol específicas, com produtos calmantes como a aloe vera (babosa) três vezes ao dia. Isso diminui a ardência.

·         Aplique hidratantes para que a pele também fique hidratada, pois a pele queimada perde muita água facilmente. Isso evitará a sensação de ressecamento posterior da pele.

·        Alguns ativos são muito bons como a dimeticona, óleo de uva, alantoína, vitamina E, aloe vera e pantenol.

·         As pomadas que evitam assaduras em bebês (pantenol ou dexpantenol, vitamina E e A) também podem ser opções boas.

·        Existem também hidratantes que mimetizam os ácidos graxos produzidos pela pele, ajudando assim a sua recomposição, como os cremes/loções com ceramidas.

·        Na dúvida ou na piora dos sintomas procure seu dermatologista.

·        Evitar usar produtos caseiros, pois dependendo do caso, pode predispor a infecção, principalmente se tiver bolhas.

·        Tomar bastante líquido para ajudar na hidratação da pele, principalmente água mesmo. Se a sua urina estiver bem clara, então a ingestão está na dose certa.

·        Se necessário tome medicamento para dor e/ou febre.

·        Mantenha alimentação saudável (com frutas, legumes e verduras) para ajudar na imunidade do corpo e da pele.

·        O uso de anestésico tópico na forma de spray pode dar muita reação alérgica, piorando ainda mais a pele já lesionada. Então não é aconselhado.

·        O seu próprio corpo irá resolver sozinho através da reepitelização da pele, mas pode demorar cerca de 7 a 14 dias até recuperação completa. Seja paciente e espere. E da próxima vez use o protetor solar adequado, da forma adequada e reaplicando a cada duas horas.

 

3 - Estritamente proibido

·        Não voltar a tomar sol de jeito nenhum. A pele fica vermelha ou descascando justamente porque ainda não se recuperou completamente. A pele está sem proteção adequada e o sol poderia produzir bolhas (que é resultado de ter atingido uma camada mais profunda da pele).

·        Não estourar as bolhas e não retirar a pele que está descamando. Deixe a pele se soltar naturalmente.

·        Evitar roupas muito apertadas, para que a pele afetada não sofra mais agressões.

·        Cuidado com as unhas e arranhões dos metais das roupas.

·        Usar protetor solar a cada duas horas e usar roupas por cima para cobrir a região afetada.

·        Procure um local arejado e frio para ficar.

 

Observações

Procure o médico se aparecerem bolhas ou secreções na pele e/ou se você tiver febre, náuseas ou vômitos após exposição excessiva ao sol. A exposição excessiva ao sol não produz danos apenas a curto prazo como a queimadura solar, mas também a médio e longo prazos como manchas, fotoenvelhecimento, rugas e câncer.


Fonte:

⟨ VOLTAR