Notícias

Natação para crianças: por que incentivar seu filho a nadar?

14/10/2021

Com tantos estímulos vindos do celular, da televisão e do computador, é convidativo passar boa parte do dia sentado, interagindo somente com a tecnologia. Mas, se esse costume é nocivo para os adultos, é ainda menos recomendado para as crianças, pois as priva de experiências importantes para o desenvolvimento.

 

Para evitar o sedentarismo dos pequenos, uma boa ideia é incentivá-los a praticar um esporte. E, na busca pela atividade física ideal, a natação para crianças é uma ótima pedida.

 

Além de botar a garotada para se mexer, esse esporte tem muitos outros benefícios e bons motivos para levar já os pequenos para a piscina.

 

Natação para crianças faz bem ao coração

 

Além de reduzir a frequência cardíaca, nadar estimula a circulação sanguínea. A prática ajuda a queimar gordura, especialmente aquela que se aloja em torno do coração. Consequentemente, diminui o risco de problemas cardíacos e deixa o coração mais forte, capaz de bombear mais sangue.

 

O esporte também faz com que os vasos sanguíneos se dilatem, deixando a pressão arterial estável. Isso diminui os riscos de as crianças se tornarem hipertensas no futuro.

 

Ela também beneficia a respiração

 

Com o movimento de braços, que faz abrir e fechar as costelas, a natação não só fortalece os músculos da parede torácica, como também dá elasticidade aos pulmões, fazendo a criança inspirar e expirar mais profundamente, isto é, puxando mais ar.

 

Deslocar-se na água exige que a respiração seja mais forte, pois o meio oferece mais resistência do que o ar. Por isso, a natação também torna a respiração naturalmente mais ampla, com o aumento da capacidade dos pulmões.

 

Tudo isso junto faz da natação uma excelente maneira de combater alergias e tratar problemas respiratórios. Inclusive, alguns dos grandes nadadores do mundo começaram a frequentar as piscinas na infância, sem pretensão nenhuma, só porque os médicos haviam recomendado o esporte para curar asma ou bronquite.

 

Natação ajuda no desenvolvimento motor

 

Um estudo feito por pesquisadores da Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia comprovou os benefícios do esporte à motricidade infantil. As crianças analisadas fizeram natação desde bebês e, aos 5 anos, saíram-se melhor em testes físicos, como chutar a bola para o gol e pular corda, do que outras crianças que não nadavam.

 

Além disso, praticar atividades físicas na água ajuda a aprimorar a noção espacial, o que facilita o aprendizado de conceitos da geometria. Ou seja, a vida escolar da criança pode ficar mais fácil graças ao esporte.

 

Ela é benéfica à saúde mental

 

O meio aquático ajuda a relaxar a mente, e a natação faz o corpo liberar endorfinas, que aliviam o estresse e melhoram o humor. Por trabalhar a respiração, o esporte também é comparado à ioga e à meditação.

 

A natação também ajuda a socializar, melhora a autoestima da criança e a torna mais independente, por ser uma atividade que depende inteiramente da sua dedicação e do seu empenho.

 

Natação para crianças é, também, um esporte seguro

 

Praticar atividades físicas na água tem risco quase nulo de lesões, porque o meio amortece o impacto.

 

Além disso, saber nadar com desenvoltura é útil e pode evitar acidentes.

 

Dentre tantas opções de esportes, a natação para crianças pode ser uma escolha certeira por agregar crianças de diferentes perfis, das extrovertidas às com dificuldades de se relacionar em grupos.

 

O esporte também não limita seus praticantes no que diz respeito a biótipo e não só pode ser praticado — como ajuda a curar — quem tem asma e outros problemas respiratórios.

 

A faixa etária também é irrestrita: bebês a partir dos 6 meses, que têm imunidade a algumas doenças, já podem praticar.

 

Muitas academias permitem que novos alunos façam uma aula experimental gratuita. Vale levar a garotada e, quem sabe, descobrir aí o seu esporte favorito.


Fonte: 



⟨ VOLTAR